Pagamento inédito de R$ 100 em bonificação no Bolsa Família JUNHO

O mês de junho trará uma novidade para os beneficiários do Bolsa Família. Além dos pagamentos regulares, as famílias receberão uma bonificação de R$ 100, referente ao programa Auxílio Gás dos Brasileiros, popularmente conhecido como Vale Gás.

Este benefício, crucial para milhões de famílias em situação de vulnerabilidade socioeconômica, será distribuído como parte do auxílio bimestral realizado pelo governo federal.

R$ 100 em bonificação no Bolsa Família junho

O Auxílio Gás é um programa administrado pelo Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome (MDS), que também administra o Bolsa Família, e é destinado a apoiar famílias na compra do botijão de gás de 13 kg, essencial para as atividades domésticas diárias.

A bonificação de R$ 100, a ser paga em junho, corresponde ao valor médio nacional dos últimos seis meses do botijão de gás de cozinha, conforme levantamento feito pela Agência nacional do Petróleo (ANP), ajudando a aliviar o impacto financeiro dos recentes aumentos nos preços dos combustíveis.

Mas por que o Auxílio Gás não está sendo liberado em maio junto aos atuais pagamentos do Bolsa Família, que começaram nesta sexta-feira, dia 17, e só será liberado no mês de junho?

Isso acontece porque o calendário de distribuição deste benefício é bimestral, com pagamentos ocorrendo somente nos meses pares: fevereiro, abril, junho, agosto, outubro e dezembro.

Esse esquema foi estabelecido para garantir uma distribuição eficiente e equitativa, permitindo um planejamento mais consistente tanto para o governo quanto para as famílias beneficiadas. Assim, após o pagamento realizado em abril, os beneficiários precisarão aguardar até junho para o próximo repasse.

Para serem elegíveis ao Auxílio Gás, as famílias devem estar inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), com dados atualizados nos últimos 24 meses. Além disso, a renda familiar mensal por pessoa não pode ultrapassar meio salário mínimo, ou seja, R$ 706 por pessoa.

Atualmente, o programa Auxílio Gás cobre 100% do valor médio do botijão a cada dois meses, ampliando significativamente o impacto positivo na vida dos beneficiários. Dessa forma, o valor pago aos beneficiários varia conforme quedas e elevações do preço do botijão no mercado nacional.

No entanto, é necessário lembrar que, apesar de todos os mais de 21 milhões de beneficiários do Bolsa Família terem direito ao Auxílio Gás, somente seis milhões de famílias receberão, pois o governo federal não possui recursos financeiros para pagar todos com direito a quantia extra.

Dessa forma, dentre todas as famílias com direito aos valores, são escolhidas as que possuem as menores rendas, as famílias com o maior número de integrantes, grupos familiares que residem em municípios muito pobre e/ou muito isolados, além de famílias com mulheres vítimas de violência doméstica.

Pagamentos de maio do Bolsa Família sem Vale Gás

Enquanto aguardam o repasse do Auxílio Gás em junho, os beneficiários do Bolsa Família devem ficar atentos ao calendário de pagamentos de maio, que começou oficialmente nesta sexta-feira, dia 17.

O cronograma dos atuais repasses é organizado de acordo com o último dígito do Número de Inscrição Social (NIS), conforme abaixo:

  • NIS final 1 – 17 de maio;
  • NIS final 2 – 20 de maio (disponível a partir de 18 de maio);
  • NIS final 3 – 21 de maio;
  • NIS final 4 – 22 de maio;
  • NIS final 5 – 23 de maio;
  • NIS final 6 – 24 de maio;
  • NIS final 7 – 27 de maio (disponível a partir de 25 de maio);
  • NIS final 8 – 28 de maio;
  • NIS final 9 – 29 de maio;
  • NIS final 0 – 31 de maio.

O Bolsa Família continua a oferecer suporte significativo a milhões de famílias, com benefícios que variam conforme a composição familiar e outras necessidades específicas.

Com o próximo ciclo do Auxílio Gás em junho, os beneficiários devem se preparar para utilizar este recurso vital para suas necessidades domésticas, garantindo assim uma melhor qualidade de vida.